Mamãe ama meu revólver

Espaço inexistente onde o nada se transfigura em coisa nenhuma e mimetiza o vazio. minha cabeça.

Wednesday, September 13, 2006

declaração as musas...

-Eu te amo, assim, literariamente falando. -